Círculo de Mulheres – Guardiãs de Gaia

 CIRCULO DE MULHERES 

☾ Guardiãs de Gaia 

Uma jornada de investigação do feminino, criação de comunidade e partilha de saberes. No círculo, vamos mergulhar em conexão umas com as outras e acessarmos conhecimentos do feminino através do estudo dos nossos corpos e ciclos. Em círculo construímos juntas um novo futuro para as mulheres em um lugar de presença, autenticidade e liderança.

Temas dos encontros
História das mulheres e do patriarcado
O milionésimo circulo
Pedagogia do Circulo
A natureza cíclica feminina
Os mistérios do sangue
Mandala Lunar
Ritos femininos
Sexualidade sagrada
Ciclo menstrual e a lua
Os arquétipos femininos
Mitos, histórias e vivências

Facilitação: Naíla Andrade
Antropóloga, instrutora de yoga, focalizadora de danças circulares, educadora  e facilitadora de processos educativos e de cura, co-criadora da Mandala Lunar. Meus estudos e formação incluem diferentes áreas de estudo como yoga, ayurveda, aromaterapia, fitoterapia, ginecologia e cosmética natural, bênção e cura do útero,  danças circulares, astrologia, música sagrada, artesanato e feitios manuais, história, arte, psicologia, antropologia, cultura colaborativa e sustentabilidade.

Arte: Chana de Moura

Datas dos encontros:
Florianópolis:
26 de agosto
2 de setembro
7 de outubro
11 de novembro
2 de dezembro

Horário: sábados das 14h às 18h
Local: Centro do Ser (Estrada Geral do Canto da Lagoa, 1408 – Lagoa da Conceição)
Troca financeira: R$100 / encontro.
Inscrições: (48) 991512423 com Clara

Porto Alegre: 
18 de agosto
15 de setembro
20 de outubro
24 de novembro
16 de dezembro

Horário: sextas das 19h às 22h30.
Local: Ánandam (Rua Ramiro Barcelos, 1843 Bomfim)
Inscrições: (51) 98414-8287
Troca financeira: R$100 / encontro.

Estamos abertas para te acolher se o valor for um impeditivo para tua participação. Entre em contato e vamos conversar sobre isso?! 

Para fazer sua inscrição clique aqui e preencha a ficha com seus dados. Logo entraremos em contato com as informações para o primeiro encontro.

 

 

Círculos são para nós, mulheres, que ao abrir um espaço na cultura ocidental de orientação masculina nos distanciamos do nosso saber feminino e nos moldamos na forma firme, rígida, pró-ativa, linear, racional e competitiva do mundo masculino. Nos círculos integramos a força assertiva do Yang com o coração compassivo do Yin no vale das possibilidades femininas. Renovamos nosso espírito e celebramos o poder da mulher que, enraizada em seus mistérios, sana sem mais demora as feridas da Terra, promove a igualdade entre os povos e a paz através da cultura.” 
May East, no prefácio do livro “O Milionésimo Círculo” de Jean Shinoda Bolen.